Qual o melhor tratamento para Psoríase

Doença de pele crônica e não contagiosa que atinge cerca de 1 a 3% da população mundial, a psoríase pode causar vermelhidão e demarcações no corpo. Geralmente, elas costumam aparecer no couro cabeludo, joelhos, cotovelo, mãos, pés unhas e região genital, podendo apresentar diversos sintomas que podem variar de acordo com sua gravidade.

É preciso ter bastante atenção com relação a esta doença, pois os seus sintomas são semelhantes aos de uma infecção. São mais comuns as manchas vermelhas ou rosadas pela pele, cobertas por uma camada escamosa e de aparência esbranquiçada. Dependendo do tipo da doença, também podem vir a ocorrer dores, queimaduras e coceiras leves ou mais intensas. As unhas também podem ser afetadas, resultando na modificação de sua textura e cor.

Como se prevenir contra a doença?

São controversas as causas da psoríase, tendo como principais fatores indicados o histórico familiar, infecção viral ou bacteriana, consumo excessivo de álcool, estresse, variações climáticas e doenças como obesidade, HIV/Aids e fumo. Porém, para prevenir a doença, é aconselhável sempre manter a pele bastante hidratada e limpa e ingerir bastante água. Também é indicado evitar o excesso de bebidas alcoólicas e tabaco.

Melhores tratamentos para a psoríase

Alguns tratamentos são os mais indicados para controlar a psoríase. São alguns deles:

Pomadas e cremes anti-inflamatórios

Estas opções são importantes, pois mantém a pele seca e hidratada, afastando as infecções e ebulições da doença pelo corpo.

Banho de sol

Também é indicado expor as áreas ao sol logo no início da manhã e final da tarde sem o uso de protetor solar, que são os períodos onde o sol não prejudica nem queima a pele.

Fototerapia

Para os casos mais graves, este tipo de tratamento é o mais indicado. Ele consiste em expor o corpo aos raios UVA e UVB em clínicas dermatológicas durante o período indicado pelo médico.

Modificar a alimentação

A questão da alimentação também é bastante importante para tratar a psoríase. Isso porque alimentos mais biológicos e sem a presença de gorduras, conservantes e temperos ajuda a limpar o organismo e desintoxicá-lo. Neste período, quanto menos alimentos industrializados, melhor.

Remédios via oral

Comprimidos como Acitretina, por exemplo, é mais indicado para tratar doenças com diagnóstico mais grave. Já  o Metrotexato é usado para pacientes internados, com psoríase extensa. Lembrando que medicamentos a base de corticóides podem causar sérios riscos a saúde no uso prolongado

Tratamentos alternativos

Uma opção alternativa para tratar da psoríase é fazer uma limpeza completa na área afetada com o peixe garra-rufa, também conhecido como o peixe-médico. Este peixe é criado em cativeiro e, quando não é alimentado, ele se alimenta das camadas escamosas formadas pela doença. Este é um tratamento diário que deve ser feito apenas em clínicas especializadas.

Remédios caseiros

Uma boa opção de tratamento caseiro para a doença é o suplemento vitamínico do complexo B. Ingerir 1 colher de sopa de levedura de cerveja todos os dias também ajuda, já que ela controla o sistema nervoso e auxilia a tratar as lesões da pele.

 

Produtos Fitoterápicos

Outra forma de Tratamento para Psoríase que está em grande expansão nas pesquisas são os produtos a base de plantas medicinais e origem animal. Alguns exemplos são o Mel, Própolis, Açafrão da Terra, Clorella,Cloreto de Magnésio, Vitamina D3, Ômega 3… Existem também Cremes Hidratantes Naturais para hidratar a pele e ajudar no tratamento da psoríase.

 

É importante ressaltar que nenhum destes métodos deve ser feito de forma independente, sendo que todos devem ser autorizados e acompanhados por um médico profissional.

Para mais informações sobre o tratamento para psoríase entre em contato com a Casa Di Chá.

Cadastre seu e-mail e receba as novidades do Blog!
Signup today and receive free updates straight in your inbox. We will never share or sell your email address.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *